sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Teresópolis: Bombeiros mirins visitam Quartel Central no Rio

O quartel de Teresópolis (16º GBM) proporcionou aos filhos de militares da unidade, no dia 16, uma visita ao museu da corporação, no Quartel Central, e ao Cristo Redentor, no Rio. A atividade fez parte da grade de programação do projeto Bombeiro-Mirim, que vem sendo desenvolvido na cidade Serrana.
O comandante do 16º GBM, tenente-coronel De Melo, afirmou que os bombeiros-mirins estão muito empolgados, especialmente devido ao entrosamento de toda a família nas atividades extras para serem feitas em casa. Os militares da unidade também têm se empenhado bastante, auxiliando o programa como voluntários em suas folgas.
- Buscamos, não só transmitir valores e novos conhecimentos para as crianças, como também valorizar o profissional e sua família, aumentando o orgulho e o comprometimento do bombeiro com a corporação – ressaltou o comandante.
Segundo o instrutor e coordenador da turma, subtenente Bettecher, o maior objetivo é o desenvolvimento da disciplina e do senso de grupo.
- Queremos contribuir para a formação do caráter dessas crianças e adolescentes. Nesta turma de dependentes de bombeiros, o projeto também colabora com a relação familiar do militar, despertando o interesse dos filhos pela profissão dos pais - informou o subtenente.
O projeto Bombeiro-Mirim é realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado Rio de Janeiro e promove instruções de cuidados no lar, noções de combate a incêndios e salvamento, noções de primeiros-socorros, educação moral e cívica e ordem unida. Com isso, desenvolve a percepção de riscos e agrega valores de cultura preventiva, proporcionando mudanças comportamentais que podem ser multiplicadas em suas famílias e comunidades. O projeto contribui, ainda, para difundir o ânimo pela atividade de bombeiro-militar, podendo despertar nos jovens a vocação profissional para a carreira.
Informações e fotos: cbmerj.rj.gov.br

Teresópolis; Educação divulga nota sobre pagamento dos servidores

Prefeitura e servidores municipais continuam no olho do furacão. O Município não consegue colocar em dia o pagamento dos servidores, que farão manifestação neste sábado, 21. A Secretaria de Educação, através da Ascom, divulgou nota que segue abaixo sobre a questão dos salários do setor.

 Atendendo às solicitações do SINDPMT (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresópolis) na última reunião ocorrida com o Prefeito Municipal, a Secretaria Municipal de Educação recebeu a Comissão de Professores, encaminhada pelo Sindicato, para abordagem de assuntos referentes à aplicação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e dos 30% de Recursos Próprios (00) que o Governo Municipal repassa para a Educação, atendendo os preceitos da Constituição Federal e a Lei Orgânica do Município.
            Em relação às negociações sobre os pagamentos dos servidores municipais iniciadas em Dezembro/2016, a Prefeitura Municipal informa:

Pagamentos realizados na primeira quinzena do mês de janeiro/2017:

• Conclusão do pagamento do 13º salário dos servidores ativos
• Pagamento integral do 13º salário dos servidores inativos
• Pagamento parcial referente ao salário do mês de novembro/2016 dos servidores ativos e inativos

            A Prefeitura, ainda atendendo a categoria, suspende as faltas lançadas no mês de dezembro de 2016 até que seja proferida a decisão judicial sobre a legalidade da greve, mantendo desta forma a intenção de sempre viabilizar diálogo.


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Teresópolis: Prevenção a desastres naturais reúne Ministério Público e Defesa Civil Estadual

Encontro realizado nesta quarta-feira, dia 18, na sede da Defesa Civil Municipal, no Soberbo, reuniu representantes do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), da Secretaria Estadual de Defesa Civil, da Prefeitura e do 16º Grupamento de Bombeiro Militar. Em pauta, medidas preventivas e procedimentos de segurança a serem seguidos no período das chuvas de verão. A reunião faz parte do projeto Morte Zero,iniciativa do Instituto de Educação e Pesquisa/MPRJ, que busca mobilizar a sociedade e os órgãos públicos na adoção de ações que evitem tragédias provocadas pelas chuvas.
Nós estamos retornando a Teresópolis depois de 2 anos. Estivemos aqui lançando o nosso projeto Morte Zero, que tem como objetivo mobilizar as Defesas Civis municipais e do Estado do Rio de Janeiro para que tenham um trabalho integrado e colaborativo na proteção da população”, pontuou a procuradora de Justiça, Denise Tarin, que está visitando os 16 municípios fluminenses mais vulneráveis a escorregamentos e deslizamentos.

Ações em destaque
Durante o encontro, a Secretaria Municipal de Defesa Civil apresentou as ações realizadas pelo órgão e que vêm sendo intensificadas desde 2011. Entre elas, monitoramento permanente de dados e das condições climáticas, com emissão de avisos de chuva à população; implantação de 31 Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC) na cidade e no interior, com treinamento de 474 agentes voluntários; realização de testes mensais para checar o funcionamento das 24 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme; instalação de 20 pluviômetros do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais) na área rural; e a realização de simulados nas escolas, com treinamento de professores e estudantes.
Duas iniciativas do Município foram elogiadas e receberam indicação para serem adotadas por outras cidades. Uma delas é o uso dos auto-falantes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme para avisar os moradores sobre a previsão de chuvas fortes. Outra medida é a criação do aplicativo AlertasDCT, pelo qual é possível, através de smartphone, manter a população atualizada, em tempo real, sobre os riscos de cheias nos rios e outros desastres naturais.

Cadastro para envio de SMS


Durante essa quarta, 18, o Centro de Coordenação Móvel da Secretaria Estadual de Defesa Civil ficou estacionado na Praça da Matriz de Santa Teresa, na Várzea, cadastrando telefones celulares da população para envio de SMS de alerta. 
“Em caso de chuva forte ou algum problema no município, as pessoas que se cadastraram vão receber as mensagens gratuitamente. Isso vai ajudar muito a população de áreas de risco. Todas as operadoras são obrigadas a divulgar. O município tem um banco de dados com dois mil moradores que já usufruem desse serviço e que serão inseridos no nosso sistema”, explicou o Coronel João Luiz de Moraes, diretor do Departamento Geral de Defesa Civil do Governo do Estado.

A unidade móvel percorre os municípios fluminenses de acordo com um calendário. “Nossa maior preocupação é divulgar as ações da Defesa Civil no estado e mudar um pouco a cultura da prevenção, isso é o que estamos fazendo com essa plataforma de SMS”, complementou o tenente-coronel Alexandre Pitaluga, coordenador de Defesa Civil na Região Serrana.

As pessoas interessadas em se cadastrar para receber alertas via SMS podem procurar a Defesa Civil Municipal, no Soberbo. Mais informações pelo telefone (21) 2742-7025.

Le Canton cresce em momentos de crise


Segundo o site Hótelier News, o Hotel Le Canton, em Teresópolis, ao invés de recuar em tempos de crise, conseguiu fechar 2016 em crescimento. O empreendimento investiu em uma nova gestão no início de 2016. Mônica Paixão assumiu a direção do hotel com o objetivo de torná-lo o resort mais completo para famílias do Estado do Rio. A diretora, que possui mais de 30 anos de experiência na indústria hoteleira, percebeu a riqueza de atividades oferecidas no complexo para crianças e resolveu investir em mais atrações para os pais.
Dessa forma, o empreendimento ganhou um bar adulto - o Bar Léman - um spa da marca francesa L´Occitane e uma equipe de alimentos e bebidas de renome, sob o comando de Márcia Ramalho e da chef Ana Ribeiro. Além disso tudo, o complexo também firmou parcerias com a Cacau Noir e Nespresso.
"Conseguimos aumentar o nosso faturamento em R$ 4 milhões e subir 10 pontos percentuais de ocupação média anual em 2016. Em tempos de crise, apostamos na renovação do produto. A resposta do público foi ágil e satisfatória, tanto que conquistamos 96% no índice de satisfação do cliente", disse Mônica ao Hótelier News.
"Para 2017 pretendemos investir prioritariamente em mercados emissores num raio de até 400 quilômetros, mas o Rio de Janeiro é e continuará sendo nosso principal público", finaliza a diretora.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Teresópolis: Retirada de lixo na Quinta Lebrão motiva discussões

A atitude do vereador Leleco, de Teresópolis, de realizar com ajuda da comunidade e com recursos próprios a coleta de lixo que se acumulava na Quinta Lebrão, gerou muitas discussões nas redes sociais sobre os deveres do vereador. Mas a atitude de um vereador da base aliada do governo demonstra que a situação do Município é preocupante, talvez mais do que se imagine.
Afinal, ao providenciar um serviço público que deve ser de responsabilidade da Prefeitura, Leleco acabou revelando o caos que domina a coleta pública de lixo em Teresópolis. Um problema que gera reclamações diárias em diferentes comunidades. A Prefeitura não tem conseguido normalizar a coleta do lixo, um serviço primordial.
Sobre a ação do vereador em si, pode não ser a prioridade do representante legislativo ter que recolher lixo. Mas explique ao morador da Quinta Lebrão vendo o lixo acumulando e podendo proliferar animais e insetos, qual atitude era esperada: cobrar e aguardar ou colocar a mão na massa? O problema é que Leleco, como outro vereador qualquer, pode até tomar uma atitude emergencial, mas, mais do que isso, precisa cobrar do Executivo que esta situação seja resolvida.
Foto: Reprodução Facebook

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Teresópolis: Prefeitura começa pelo Centro a recuperação de iluminação pública

Nos últimos anos, diversas comunidades de Teresópolis têm reclamado quanto aos problemas da iluminação pública. Pois o atual governo anunciou nesta terça-feira, 17, que deu início aos trabalhos de melhorias na rede elétrica das principais vias do Centro.
Auxiliados por um caminhão equipado com cesto aéreo, resultado da parceria entre Prefeitura e iniciativa privada, funcionários da Secretaria de Serviços Públicos realizam a substituição das lâmpadas amarelas por brancas, que oferecem mais luminosidade, aumentando a visibilidade das pessoas e a segurança do local.
Nesta terça, foram atendidas as ruas Waldir Barbosa Moreira, a da rodoviária, e Wenceslau José de Medeiros, na Prata, e a Av. Delfim Moreira, mas o secretário da Pasta, Carlos Alberto Teixeira, garantiu que outras vias também serão contempladas.
“Começamos pelo Centro por ser mais movimentado, mas a intenção é atender todas as ruas possíveis. A substituição será feita até acabar esse estoque de lâmpadas e novas remessas já estão sendo aguardadas, mediante pregão realizado ano passado”, comentou Teixeira.
As comunidades que têm sofrido com a falta de luz nos postes de suas ruas esperam agora que o serviço chegue até elas.

Como solicitar manutenção
Em casos de lâmpadas queimadas, quebradas, acesas durante o dia ou intermitentes, a população pode acionar o serviço de manutenção por meio da Ouvidoria Geral, que funciona no Centro Administrativo Manoel de Freitas (Av. Lúcio Meira, 375), na Várzea. O telefone é o 2742-5074. Os registros também podem ser feitos por meio do telefone (21) 3643-2690, das 9h às 17h. 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Nova Friburgo: Defesa Civil registrou seis ocorrências relacionadas a chuva neste fim de semana

A Defesa Civil de Nova Friburgo teve um fim de semana de muito trabalho por conta das fortes chuvas que caíram sobre o município. Entre o sábado e a madrugada desta segunda-feira, 16, a secretaria registrou seis ocorrências relacionadas a chuva.
Na mais grave delas, na tarde de domingo, 15, uma obra desmoronou na avenida dos Ferroviários, no distrito de Conselheiro Paulino. Como consequência outras seis residências no entorno precisaram ser interditadas. Cerca de 15 pessoas deixaram suas casas.
Em outras ocorrências de menor gravidade, um muro desabou em Debossan e atingiu uma pequena casa. Ninguém se feriu. Na Rua Souza Cardoso, na Vila Amélia, uma pedra rolou e o local está isolado por fitas. A Defesa Civil de Nova Friburgo também vistoriou e interditou duas residências em Varginha. Ambos os casos não tem relação com as chuvas do fim de semana. Equipes da Secretaria também vistoriaram na manhã desta segunda-feira, 16, duas ocorrências de quedas de muro, uma nas Braunes e outra no Catarcione. Uma barreira também caiu na RJ-150, na altura do Memorial Parque das Montanhas, e deixou o trânsito em meia-pista.
Nas últimas 24 horas o volume médio de chuva em Nova Friburgo foi de 24 milímetros. O pico máximo de chuva foi no bairro Vila Nova, com 51 milímetros, seguido de Varginha, com 50 milímetros. A mínima foi na localidade de Cardinot, onde choveu apenas 4 milímetros.
A previsão para as próximas horas é de chuvas moderadas (as chamadas chuvas de verão) à tarde e à noite. A Defesa Civil informou que o município permanece em estágio de atenção.
Informações: Seccom PMNF - Foto: Daniel Marcus